Jardim privado franqueado ao público. Os casos notáveis de Lisboa e Porto são, respectivamente, o Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian e o da Fundação Serralves.