Utilização - Plantas ornamentais

As plantas são uma parte fundamental dos nossos ambientes, tanto no campo como na cidade, e mesmo até dentro das nossas casas, nos pátios, escadas e varandas.

Desde o Neolítico, a humanidade procura organizar e controlar a natureza, a disposição e a forma das plantas, através de processos de selecção artificial e de cultivo (agricultura, silvicultura, horticultura, fruticultura e uma mão cheia de outros terminados em 'cultura', termo que exprime genericamente a intervenção humana na natureza). Uma das expressões mais antinómicas de uma pressuposta natureza primitiva ou selvagem é o jardim clássico de estilo francês, de cariz geométrico rectilínio, com podas de árvores e arbustos formativas (a topiária), e a disposição de herbáceas em manchas homogéneas e contrastantes de cores. Actualmente, o gosto clássico está gradualmente a ser subtituído por critérios estéticos baseados numa maior e mais harmoniosa mistura das espécies que rentabilize os recursos hídricos e minerais, proporcione a competiçao e a cooperação das espécies, facilite a prevenção das pragas e doenças, preserve a diversidade e atraia a fauna, evitando a utilização de herbicidas, fertilizantes, pesticidas e a cultura forçada.

 

 Voltar a Utilização